Setor imobiliário em Venda Nova cresceu 300% nos últimos cinco anos

Venda Nova - 300 Anos

Neste ano Venda Nova completou 300 anos, considerando a época em que a região pertencia à Vila de Sabará, importante cidade do ciclo do ouro. Apesar da longa história, foram nos últimos cinco anos que o setor imobiliário da regional teve um crescimento de 300 por cento, de acordo com Izaias Nonato da Rede Imvista Imóvel BH, localizada no Bairro Santa Mônica. Ele acrescenta que, como uma macroregião Venda Nova é um pólo de vendas, pois quem atua na área imobiliária da região inclui em seu portifolio ofertas das cidades do entorno, como Justinópolis e Ribeirão das Neves.

Izaias Nonato - Diretor da Rede Imvista Imóveis Lider BH

A regional possui um total de 42 bairros e mais de 240 mil habitantes, sua dimensão, somada a excelente infraestrutura da área comercial, dão a sensação de Venda Nova ser uma cidade dentro de outra. Conhecida pelo Shopping Norte e pela Rua Padre Pedro Pinto, a região é uma das que mais cresce na capital, em termos econômicos e sociais. Segundo Izaias, uma grande vantagem é que o comércio ainda é muito promissor, tendo em vista que o mercado local ainda não está saturado. “O comércio na região está em vertiginoso crescimento e a queda significativa das taxas de criminalidade tem atraído muitos investidores”, comenta.

As melhorias na infraestrutura do entorno de Venda Nova, como a duplicação da Antônio Carlos, a reforma do estádio do Mineirão, melhoras do acesso a Pampulha e a localização aproximada da Cidade Administrativa, também têm contribuído para impulsionar o crescimento imobiliário na regional. “Quando você melhora o acesso a tendência é atrair um público maior”, garante Izaias.

Casas e apartamentos de até dois quartos no valor máximo de 180 mil reais estão entre os imóveis mais demandados na região. “A procura é mais por pessoas jovens com poder aquisitivo mais baixo, são clientes de até 35 anos. Os imóveis são mais enxutos no valor de R$3.000 a R$3.500 o metro quadrado”, diz o corretor.

Publicado em Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *