Imóveis em poucos cliques

Aplicativos, sites e redes sociais auxiliam quem quer comprar ou alugar um imóvel; desafio das imobiliárias é se manter atuais e conectadas em um universo cada vez mais competitivo

Leandro Lungo, CEO da Rede Imvista

Se antes para comprar ou alugar um imóvel era necessário folhear os classificados dos jornais e revistas, hoje é possível encontrar o apartamento dos sonhos em apenas alguns cliques. Com essa mudança, o mercado imobiliário enfrenta o desafio de se manter conectado e atual. “A principal mudança foi comportamental. Havia um domínio de informação quase que exclusivo da imobiliária, os anúncios apresentavam poucas informações. Hoje, o cliente só visita um imóvel após uma ampla pesquisa na internet. Ele chega ao local já conhecendo o imóvel por meio de fotos e vídeos”, ressalta Leandro Lungo, CEO da Rede Imvista, uma rede digital de imobiliárias que gerencia mais de 27 mil imóveis.
Os interessados em adquirir um imóvel contam com inúmeros sites e aplicativos que oferecem casas e apartamentos com descontos, simulador financeiro, classificados, reprodutor de plantas e outras facilidades. E o uso de drones para a captação de imagens e realização de vídeos aéreos já está sendo adotado pelos profissionais, além da tecnologia 3D. Mas, apesar de todos os novos recursos disponíveis, uma parcela do mercado ainda não se conectou a essa nova realidade. “Por incrível que possa parecer, muitas imobiliárias não se adaptaram aos novos tempos. Aquelas que não se atualizarem vão sumir do mercado, isso é inevitável”, destaca Lungo.

E, diante desse novo cenário, surgem novos desafios para os profissionais. O CEO da Rede Imvista acredita que o relacionamento é a chave para obter o sucesso. “A tecnologia quebrou os relacionamentos, mas precisamos lembrar que por trás do site, aplicativo ou rede social está uma pessoa. Temos que atender bem e nos relacionar com o cliente, é fundamental pensar em estratégias onde o diferencial humano faça a diferença”, ressalta Leandro Lungo.

 

Texto: Igor Basilio

Revista VB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *